Quarteto Ghizo-Totti-Vilela-Yoshi venceu 500 KM 2020

MRX #73 foi o carro mais rápido do fim de semana em Interlagos

Mesmo conquistando a pole position, registrado a melhor volta da prova e conquistado a vitória na edição 2020 da tradicional prova 500 Km de São Paulo a jornada do quarteto formado pelos paranaenses Leandro Totti, Léo Yoshi, José Vilela e Guga Ghizo esteve longe de ser perfeita. Um problema mecãnico no belo protótipo MRX #72 (foto de abertura/Cláudio Larangeira) durante o warm-up na manhã de domingo impediu que a equipe alinhasse no grid e ocupasse o local reservado para o carro mais rápido da prova de classificação. Por isso Leandro Totti foi obrigado a largar dos boxes e precisou de cerca de cinco voltas para ocupar um local entre os cinco primeiros.

“Depois do warm up”, explicou Totti, “a gente sabia que tinha um carro confiável. Descobrimos o problema de embreagem, mas conseguimos resolver a tempo e amenizar o prejuízo, que inlcuiu largar do box. Todos da equipe fizeram sua parte e nossa vitória nos 500 Km de Interlagos ficará marcada na história do nosso time”.

O MRX #73 e o Chevrolet Vectra #25 ditaram o ritmo de corrida no início da prova (Fotos ACP/Claudio Kolodziej)

O maior adversário do carro vencedor foi o Chevrolet Cobalt Stock Car da dupla formada por Ney e Neyzinho Faustini, que liderou a primeira parte da prova. Um problema com a roda traseira direita, porém, eliminou as chances de pai e filho conseguirem um bom resultado. Os vencedores de 2019, Deninho Casarini e Sérgio Pistilli, foram eliminados da prova ainda no início da corrida devido a um problema no motor.

O Spyder dos paulistas Zaninotto/Paciello/Guerra terminou em segundo lugar

A segunda posição acabou nas mãos do Spyder conduzido pelo trio paulista Alexandre Zaninotto, Ciro Paciello e Leandro Guerra, que completaram a prova uma volta atrás dos vencedores. Os gaúchos Júnior Victorette e Rafael Iserhard, com um Audi, terminaram em terceiro e venceram na classe Turismo Força Livre (TFL). Eduardo Pimenta e Luís Cesar Oliveira, com um Spyder, completaram em quarto, triunfando na classe P3, sendo seguidos por Maurício Airas e Rafael Kasai, que triunfaram na classe Turismo 2.0 com um Chevrolet Corsa muito bem preparado.

Gaúchos Junior Victorette e Rafael Isehard ficarm em terceiro com o Audi RS3

O resultado da prova:

1) José Vilela/Guga Ghizo/Leandro Totti/Leo Yoshi (MRX), 116 voltas em 3h51min27s169

2) Alexandre Zaninotto/Ciro Paciello/Leandro Guerra (Spyder), a 1 volta

3) Júnior Victorette/Rafael Iserhard (Audi RS3), a 4 voltas

4) Eduardo Pimenta/ Luís Cesar Oliveira (Spyder), a 6 voltas

5) Ricardo Furquim/José Tinoco (Spyder), a 14 voltas

6) Maurício Airas/Rafael Kasai (Corsa), a 15 voltas

7) Leandro Pedro/Fábio Coelho/Ton Wagner Costa (Passat), a 17 voltas

8) Marcelo Camacho e Lamartine Pinotti (Spyder)

9) George Parente/ Ricardo Campanela (Corsa), a 19 voltas

10) Luiz Henrique/Rafael Andrade/Maurício Marchione (Gol), a 21 voltas

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.