Pérez deixa Racing Point no fim do ano

Decisão do mexicano facilita a chegada de Sebastian Vettel

Sérgio Pérez adiantou-se à equipe Racing Point e anunciou hoje que se desliga da equipe ao final da temporada. Vários pontos do seu comunicado deixam claro que sua decisão não foi das mais amigáveis. A maneira como o mexicano descreveu seu desligamento começa com um “meu ciclo com a equipe (Racing Point) terminará no final da temporada”, enfatiza que é algo que o machuca “porque apostei muito no time nos momentos difíceis (…) e me orgulho de ter salvado o trabalho de muitos dos meus companheiros.” Após agradecer “para sempre a Vijay Mallya, que acreditou em mim em 2014 e permitiu que eu continuasse minha carreira com a Force India”, sobrou uma referência protocolar à atual administração “a cargo de Lawrence Stroll, a quem desejo o maior êxito no futuro”. Pérez admitiu que não tem um plano B e que espera continuar na F1 caso surja ”um projeto que me permita seguir adiante dando 100% a cada volta”. A decisão de Pérez facilita a entrada de Sebastian Vettel no projeto de recuperar a marca Aston Martin, novo nome da Racing Point a partir de 2021.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.