F2 Hungria: Drugo é 5º e Shwartzan vence

Brasileiro foi destaque na segunda vitória do russo

Siga-nos no Instagram

O brasileiro Felipe Drugovich e o russo Robert Shwartzman foram destaques na quinta prova da temporada 2020 do Campeonato Internacional da F-2, hoje, em Hungaroring, corrida disputada após a prova de classificação para o GP da Hungria de F-1. Sem possibilidade de andar em asfalto seco nos ensaios para a corrida, pilotos e equipes foram surpreendidos pelo desgaste excessivo dos pneus na prova, onde a estratégia das equipes foi fundamental para definir vários resultados.

Shwartzman, que largou em 11º, e Drugovich foram alguns dos pilotos que mais tempo permaneceram na pista e conseguiram capitalizar essa opção. Foi a segunda vitória do russo e a terceira posição pontuada do brasileiro, vencedor da segunda prova do ano e que hoje largou em 18º, cinco posições atrás de Pedro Piquet; Gustavo Samaia não participou da tomada de tempos devido a problemas no treino livre. Piquet chegou a ocupar a sexta colocação e foi um dos primeiros a trocar pneus, na nona volta. No retorno iniciou sua recuperação e chegou a ficar um bom tempo com a melhor volta da prova, mas pouco a pouco seus pneus deterioraram. Seu compatriota do Paraná ficou na pista até a 27ª passagem, quando ocupava o terceiro lugar atrás do vencedor e Nikita Mazepin, coincidentemente os dois primeiros classificados.

Após a troca de pneus Drugovich retornou em 13º lugar, 56”556 atrás do então líder e futuro vencedor. O fato retornar à pista com menos trânsito e o bom momento que Shwartzman e a equipe Prema atravessam ajudaram na recuperação do russo, que retornou à pista em quinto Gustavo Samaia mostrou evolução mas após o pit stop obrigatório para troca de pneus bloqueou as rodas na curva 1 e a partir daí perdeu contato com o pelotão principal. No campeonato Shwartzman lidera com 73 pontos, contra 51 de Callum Illot e 43 de Christian Lundgaard. Drugovich é o sexto, com 31; Piquet e Samaia ainda não pontuaram.

 

Resultado da prova

 

Mazepin (E), Shwartzman e Schumacher: os tries que subiram ao pódio na Hungria (FIA F2)

1) Robert Shwartzman, Rússia, Prema, 37 voltas em 1h1’36”211

2) Nikita Mazepin, Rússia, Hitech, a 15”599

3) Mick Schumacher, Alemanha, Prema, a 23”051

4) Luca Ghiotto, Itália, Hitech, 1 32”775

5) Felipe Drugovich, Brasil, MP Motorsport, a 36’241

6) Jehan Daruvala, Índia, Carlin, a 40”104

7) Louis Deletraz, Suíça, Charouz, a 46”191

8) Callum Illott, Inglaterra, Uni Virtuosi, a 48”780

9) Dan Ticktum, Inglaterra, DAMS, a 49”652

10) Guanyu Zhou, China, Uni Virtuosi, a 52”176

 

Melhor volta: Nikita Mazepin (1’31”717)

 

Campeonato:

 

1) Robert Shwartzman, 73 pontos

2) Callum Illott, 51

3) Christian Lundgaard, 43

4) Dan Ticktum, 38

5) Marcus Armstrong, 34

6) Felipe Drugovich, 31

7) Mick Schumacher, 29

8) Guanyu Zhou, 28

9) Louis Deletraz e Yuki Tsunoda, 24

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.