Brasileiros invadem Daytona

11 brasileiros acompanham na pista a despedida de Christian Fittipaldi

Não poderia haver melhor lugar e oportunidade para Christian Fittipaldi encerrar sua carreira de piloto do que o circuito de Daytona, autódromo situado no norte do Estado da Florida e bem perto de Orlando, tradicional reduto de brasileiros que emigraram para os Estados Unidos. O representante da segunda geração Fittipaldi nas pistas já venceu três vezes a clássica 24 Horas de Daytona (foto de abertura, IMSA), competição que marca a abertura da temporada internacional de provas de resistência e é considerada a mais importante do calendário depois de Le Mans. Três vezes vencedor em Christian ficou em segundo lugar em 2017, apenas 0”671 atrás do vencedor, ano passado em uma final antológica.

Em 2018 Christian venceu com João Barbosa e Filipe Albuquerque (José Mario Dias)

Este ano a legião de brasileiros que participará da Rolex 24 at Daytona, como o evento é reconhecido mundialmente, chega a 12 pilotos, incluindo a paulista Bia Figueiredo, que vai comandar uma equipe feminina a bordo de um Accura NSX GT3, e um time formado pelos brasileiros Chico Longo, Marcos Gomes e Victor Franzoni, que dividirão um Ferrari 488 GT3 com o italiano Andrea Bertolini.

Francisco Longo, Marcos Gomes e VIctor Franzoni vão pilotar este Ferrari 488 GT3 (IMSA)

No passado já participaram equipes formadas exclusivamente por pilotos brasileiros, como em 2013, quando Longo fez equipe com Daniel Serra, Raphael Matos e Xandynho Negrão, e a Dener Motorsport inscreveu dois Porsches 911 GT3 para Clemente Lunardi, Constantino Júnior, Marcel Visconde e Ricardo Maurício e outro para Felipe Giaffone, Nonô Figueiredo, Ricardo Maurício, Rubens Barrichello e Tony Kanaan.

Pipo Derani, vencedor em 2016, vai dividir um Cadillac com Felipe Nasr (José Mario Dias)

Kanaan é um dos cinco brasileiros que já venceram as 24 Horas de Daytona na classificação geral, em 2015, a bordo de um Riley MK XXVI Ford 3.5. O primeiro a conquistar esse resultado foi o paranaense Raul Boesel, em 1988, um ano após sagrar-se campeão mundial da categoria Endurance pela equipe Jaguar.

Bia Figueiredo (centro) estreia em Daytona em uma equipe feminina (IMSA)

Os outros brasileiros foram Oswaldo Negri Jr (2012, Riley MKMK XXVI Ford 5.0) e Pipo Derani (2016, Ligier JS P2 Honda 3.5). No total 30 brasileiros já participaram da competição, sendo que este ano esse numero sobe para 33, com as estreias de Bia Figueiredo, Felipe Fraga e Victor Franzone.

De todos os brasileiros sem sombra de dúvida Christian Fittipaldi é o que exibe os melhores resultados. Em 14 participações desde 2003 ele obteve três vitórias (2004/2010/2018), dois segundos lugares (2015/2017), um terceiro (2011), dois quartos (2013/2016) e quinto (2012).

Christian tem o melhor currículo dos brasileiros em Daytona (IMSA)

Chega a ser curioso que edição de 2013 Christian terminou a prova em quarto e oitavo lugares, pilotando dois carros diferentes. Interessante notar que essa constante de levar seu carro até o final está associada à sua chegada na equipe Action Express, onde ele encerra sua carreira como piloto; o brasileiro continuará ligado ao time em outras funções.

Os brasileiros que vão acelerar em Daytona em 2019

Os treinos para as 24 Horas de Daytona começam na quinta-feira e a prova tem a largada confirmada para as 14h30 de sábado, com transmissão pelo canal https://imsatv.imsa.com. O canal a cabo Fox Sports transmitirá a prova em dois intervalos: das 18h30 às 21h30 de sábado e, no domingo, das 03h30 até a bandeirada.

Categoria Daytona Prototype international:

Christian Fittipaldi/Filipe Albuquerque/Mike Conway (Cadillac DPi)

Helio Castro Neves/Rick Taylor/Alexander Rossi (Accura DPi)

Felipe Nasr/Pipo Derani/Eric Curran (Cadillac DPi)

Rubens Barrichello/Misha Golkhberg/Tristan Vautier/Devlin De Francesco (Cadillac DPi)

Helio Castro Neves vai acelerar um Accura NXX da equipe de Roger Penske (IMSA)

Categoria GT Le Mans (GTLM)

Chico Longo/Marcos Gomes/Victor Franzoni/Andrea Bertolini (Ferrari 488 GT3)

Felipe Fraga/Ben Keating/Jeroen Bleekemolen/Luca Stolz (Mercedes-AMG GT3)

Categoria Daytona (GTD)

Daniel Serra/Mathias Lauda/Paul Dalla Lana/Pedro Lamy  (Ferrari 488 GT3)

Bia Figueiredo/Christina Nielsen/Katherine Legge/Simona De SIlvestro  (Accura NSX GT3)

Augusto Farfus/Colton Herta/Connor De Phillipi/Philipp Eng (BMW M8 GTE)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.