TAÇAS & TALHERES

 

Brancaia Chianti Classico

Um dos vinhos italianos mais famosos, senão o mais conhecido do grande público brasileiro, é o que traz a denominação Chianti, região próxima à cidade de Florença, Firenze para os nativos. Essa fama vem de priscas eras, quando garrafas com formato semelhante às lâmpadas incandescente e forradas com palha eram expostas penduradas nas entradas de armazéns de secos e molhados e nas cantinas populares do século passado. Cena que alguns restaurantes do gênero barulhento insistem em usar para criar clima de italianice.

A fama de vinho popular e pouco elaborado daqueles tempos deixou de existir graças ao trabalho dos produtores locais, que formaram vários consórcios – um dos mais conhecidos é o Galo Nero -, e adotaram técnicas de vinificação que exploraram melhor os blends baseados na uva Sangiovese com variedades Canaiolo e Merlot e as brancas Malvasia e Trebbiano.

Atualmente o Chianti Classico DOCG da Casa Brancaia – desde 1981 administrada pela família Widmer – é produzido com com 100% de uvas Sangiovese.O preço médio do chianti topo de linha desse produtor no mercado brasileiro está por volta de R$ 215/R$ 220, a Grand Cru está oferecendo garrafas da safra 2011 – que tem o blend de 80/20 Sangiovese/Merlot ao preço de R$ 164,25 na compra de, no mínimo, quatro garrafas. Uma boa oportunidade para quem procura vinho para harmonizar com embutidos, carnes e pastas mais pronunciadas.

Mais informações: www.grandcru.com.br

WG