Kart: Bortoleto é terceiro no Mundial

Paulista foi destaque entre 117 concorrentes em Kristianstad na Suécia

O paulista Gabriel Bortoleto foi um dos destaques do Campeonato Mundial das duas principais categorias do kartismo mundial, a OK Júnior e a OK. Organizado pela Comissão Internacional de Kart (CIK) da Federação Internacional do Automóvel (FIA), o campeonato aconteceu na cidade de Kristianstad, cidade situada 550 km ao sul de Estocolmo e reuniu um total de 227 inscritos. Bortoleto disputou a categoria OK Junior, para pilotos de 12 a 14 anos de idade, e defendeu a equipe Americanet/CRG, que representa a fábrica italiana, com apoio direto dos fabricante de motores TM e dos pneus Veja, equipamento padrão da categoria OK Júnior.

A disputa do Mundial de Kristianstad foi repleta de variáveis, especialmente em relação ao clima local: o início do outono do hemisfério norte interferiu bastante nas condições do piso, que variou entre seco, úmido e molhado. A situação chegou a momentos quando, em busca do melhor acerto, os pilotos saíram à pista com pneus slick em piso úmido. Com quase dois anos de experiência no kartismo europeu Gabriel tirou proveito dessa experiência e, junto com seu time, traçou uma estratégia perfeita e, com isso, tornar-se muito competitivo em todas as situações.

Na tomada de tempos ficou no 14º posto entre os 117 concorrentes e apesar de problemas na retomada no segundo setor da pista tal resultado lhe rendeu a segunda posição do grupo G para as provas classificatórias o que, na prática, o permitiu largar em todas essas baterias na segunda fila do grid. Na fase classificatória Gabriel manteve-se sempre no TOP 5 e como perdeu apenas 13 pontos em seis provas seguiu para a final no quarto lugar. Partindo pela parte externa da pista o piloto perdeu três posições na largada, caiu para a sétima posição, mas, a cinco voltas do fim, já era o vice-líder, cerca de um segundo atrás do primeiro colocado. A esta altura, porém, os pneus mostravam que tinham sido exigidos e cobraram o preço dessa recuperação. Gabriel fez o seu melhor na defesa da posição, mas, a duas voltas para o fim acabou caindo para o terceiro lugar, posição em que ele não mais foi ameaçado. Após a prova o brasileiro anunciou queo pódio na Suécia foi sua despedida da categoria OK Júnior:

“Foi um fim de semana espetacular. Mesmo diante de várias variações das condições de pista conseguimos andar muito bem e, com isso, me mantive sempre no Top5. Encerrei nesta corrida o meu tempo na categoria Júnior e, já na próxima etapa do WSK, no mês que vem, farei a minha estreia na OK”.

Os três primeiros na categoria OK Júnior foram: 1) Victor Bernier (França); 2) Gabriele Mini (Itália) e Gabriel Bortoleto (Brasil); 12) Guilherme Figueiredo (Brasil). Na categoria OK o Brasil foi representado por Nicolas Fliter, Vinícius Schoma e Olin Galli, este último o único a se classificar para a final, onde terminou em 30olugar.

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.