Lihat awak Malaysia, noka Kvyat (*)

(Malaysia Tourism)

(*) Adeus Malásia, tchau Kvyat

F-1 se despede de Sepang

Debut do francês Gasly

Sepang é uma cidade próxima de Kuala-Lumpur, a úmida e pujante capital da Malásia. No país inteiro culturas  diversas convivem com o islamismo, religião que ocupa o posto de principal crença oficial de um Estado geograficamente dividido. Parte dele está situada ao sudoeste do continente asiático e outra divide a ilha de Bornéu com o Timor Leste, de cultura e civilização portuguesas, relação marcada por disputas políticas e conflitos diversos. A consolidar tantas divisões, a sede do governo fica em Putrajaya, 36 km ao sul da capital e praticamente na metade do caminho até o autódromo.

A meteorologia em Sepang praticamente não deixa de anunciar chuvas a cada novo dia (Mercedes)

Nada disso é muito diferente do que a F-1 verá neste fim de semana, quando o Campeonato Mundial prossegue no traçado de 5.543 metros e famoso por compartir as atenções de sol e chuva em proporções quase equivalentes. Trata-se do último GP a acontecer no autódromo que entrou para o calendário da F-1 em 1999 com vitória de Eddie Irvine (Ferrari): a atual situação econômica da Malásia não favorece a manutenção do país no calendário da categoria. O motociclismo, porém, continua firme, forte e sadio e o GP de moto de 2018 está confirmado para o dia 4 de novembro.

Após quatro vitórias seguidas Hamilton é mais líder do que nunca (Mercedes)

Enquanto Lewis Hamilton e Sebastian Vettel vivem um capítulo decisivo na disputa do título da temporada – o inglês vem de quatro vitórias consecutivas e desfruta de 28 pontos de vantagem (263 a 235) -, uma nova carreira será inaugurada neste fim de semana. O francês Pierre Gasly foi anunciado como substituto do Daniil Kvyat na equipe Toro Rosso, onde já está praticamente confirmado para a temporada de 2018. Franz Tost e Helmut Marko, os dois nomes que definem os desígnios da equipe B da Red Bull, são unânimes em declarar que o russo pode voltar no ano que vem, só que…. Quem lembra que Daniil já foi promovido e rebaixado lembra dos comunicados da guerra fria dos tempos em que a União Soviética era o principal rival dos EUA na luta pela supremacia mundial lê nas entrelinhas um bilhete azul para o russo.

Preste atenção nesta nova dupla: Pierre Gasly e Franz Tost (RBCP)

O GP da Malásia terá mais novidades. O monegasco Charles Leclérc, virtual campeão da F-2 nesta temporada, inicia sua colaboração com a Sauber através da participação nos primeiros treinos livres dos próximos quatro GPs. Seu nome é cotado para titular da equipe suíça no ano que vem graças à sua ligação com a Ferrari, provedora de motores do time de Hinwil.

Charles Leclerc é aposta da Ferrari para ocupar um lugar na Sauber em 2018 (Ferrari)

A equipe Haas, outra equipe que utiliza os motores italianos, fará o mesmo com o dinamarquês Kevin Magnussen, que cederá seu carro para Antonio Giovinazzi no primeiro treino livre dos GPs da Malásia, México, Brasil e Abu Dhabi. No GP dos EUA, em Austin, é provável que o estaduninense Santino Ferrucci ocupe essa vaga.

Os pneus para o fim de semana. Williams vai usar 20 jogos de supermacios (Pirelli)

No ano passado o circuito de Sepang foi reasfaltado, o que eliminou muitas ondulações e permitirá o uso de compostos mais macios: este ano a Pirelli entregará às equipes as opções Supersoft (Letras vermelhas), Soft (amarelas) e Medium (brancas). Obviamente espera-se que tempos melhorem ainda mais do que em pistas onde pneus e carros de 2017 já mostraram grande melhora de desempenho. Para Mario Isola, responsável da Pirelli para o automobilismo, a maturação do piso e as chuvas praticamente diárias que caem na região exigirão um bom trabalho de avaliação de desgaste dos pneus durante os treinos.

Retas longas demandam velocidade final que pode comprometer equilíbrio do carro em Sepang (F1.com)

No quesito escolha de compostos há uma variedade interessante entre as três maiores equipes. Na Mercedes, por exemplo, Bottas e Hamilton optaram por sete jogos de pneus super macios, mas o finlandês tem dois jogos de médios e quatro de macios face à opção de Hamilton por um de médios e cinco de macios. Na Ferrari o foco é em aderência pura e tanto Vettel quanto Räikkönen escolheram nove jogos de super macios, três de macios e apenas um de médios. Na Red Bull, Ricciardo definiu que terá um jogo de médios, quatro de macios e oito de supermacios; Verstappen manteve um jogo de médios mas completou sua cota com três de macios e nove de super macios. Em um clima de “prá-que-lado-eu-corro-?” os dois pilotos da Williams dividiram seu kit pneumático em um jogo de médios, dois de macios e dez de super macios! Apenas Stoffel Vandoorne imitou a escolha de Felipe Massa e Lance Stroll.

Pela TV:

Sexta-feira, primeiro treino livre: 00:00, SporTV 2
Sexta-feira, primeiro treino livre: 03:55, SporTV 2

Sábado, terceiro treino livre 3: 02:55, SporTV 2
Sábado, prova de classificação: 05:55, SporTV2

Domingo, corrida: 08:00, SporTV2

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*