Clássicos no castelo

Castelo alemão celebra automóveis esportivos e de competição

Mais de 400 modelos serão expostos no Schloss Dyck

Walter Rohl e Arturo Merzario homenageados

Um dos castelos mais famosos da Alemanha, o Schloss Dyck, recebe neste fim de semana a 12ª edição do Classic Days,encontro tradicional que acontece anualmente nesta imponente edificação em torno de quatro ilhas.

De amanhã (sexta, 4) até domingo cerca de 400 automóveis clássicos e esportivos serão expostos e desfilarão por um circuito de quatro quilômetros montado nas estradas da região. Destaque de 2017 serão Walter Röhrl e vários dos automóveis de sua carreira, Arturo Merzario e a exibiçnao do Benetton 189-5 de Michael Schumacher e o Auto Union Type C de 1936.

O Classic Day reúne colecionadores e admiradores de clássicos esportivos e de competição (Schloss Dyck)

O Castelo Dyck foi construído por iniciativa do Príncipe Joseph zu Salm-Reifferscheidt-Dyck e tem no paisagismo criado pelo escocês Thomas Blaikie uma de suas marcas; não é mera coincidência que nele funciona atualmente um centro de estudos voltado para o estudo e desenvolvimento do tema. O calendário anual doinclui concertos, mostras de botânica, exposição sobre sobre as tendências de paisagismo e uma feira de Natal nos três primeiros fins de semana de dezembro. O encontro de automóveis clássicos, porém, ganha importância maior a cada ano.

Walter Röhrl e seu Audi quattro S1, vencedores em Pike’s Peak, serão atraão especial (Audi)

No Classic Days deste ano os veteranos Walter Röhrl e Arturo Merzario serão os principais homenageados. O alemão, que trocou a carreira eclesiástica pela de piloto e este ano completa 70 anos, vai se apresentar com alguns dos carros que marcaram sua história, como o Opel Ascona 400 de 1982 e o Audi Sport Quattro S1 Grupo B de 1985, o mesmo com o qual venceu a subidad e montanha de Pike’s Peak em 1987. Além dessas máquinas serão expostas o Lancia Rally 037 Grupo B de 1983 e o Ford Capri RS 2600 de 1972.

O italiano Arturo Merzario vai pilotar um Ferrari 156 de 1961 (Schloss Dyck)

O italiano Arturo Merzario, que este ano chegou à casa dos 73 anos, será o embaixador da Ferrari no Classic Days 2017. Há tempos contratado pela FCA – a holding que une as marcas controladas pela Fiat e Chrysler -, será homenageado por sua atitude em salvar Niki Lauda das chamas que envolveram seu carro durante a disputa do Grande Prêmio da Alemanha em 1976. Merzario fará uma aparição a bordo do Ferrari 156 “Shark Nose” (Nariz de Tubarão), o mesmo que levou o estadunidense Phil Hill ao título de 1961. Curiosamente as carreiras de Merzario Röhrl tem base comum: o início da história esportiva do italiano foi marcado pela vitória no Rally da Sardenha de 1963.

O Auto Union Type C de 1936 será conduzido por Frank Biela (Audi)

Frank Biela, nome consagrado nas provas de turismo e protótipos, será responsável por conduzir o Auto Union Tipo C, monoposto equipado com motor de 16 cilindros e 520 hp e que levou Bernd Rosemeyer à conquista do Campeonato Europeu de 1936. Parte da MS Private Collection, o Benetton 194-5 que levou Michael Schumacher ao primeiro se deus sete títulos será exibido naquela que deverá ser sua última aparição pública antes de voltar para o acerto permanente da coleção particular do piloto alemão.

8 Comentários

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*