Harakiri na união Sauber-Honda

Equipe suíça anunciou cancelamento do acordo
Novo motor será conhecido em breve
Vasseur anuncia investimentos

Há tempos que a equipe suíça Sauber não para de surpreender a F1 por motivos pouco animadores. O último capítulo nesta sequência aconteceu hoje e envolve o cancelamento da anunciada colaboração entre a casa de Hinwill e a Honda visando o fornecimento de motores para a temporada de 2018. O novo diretor do time, Frédéric Vasseur, informou que a decisão foi tomada pensando no futuro:

Vasseur: prmeira missão à frente da Sauber não terminou bem (FP2)

“Infelizmente temos que descontinuar  a planejada colaboração com a Honda neste momento. No entanto essa decisão foi tomada por questões estratégicas e com as melhores intenções para o futuro da equipe. Queremos agradecer a Honda por sua ajuda e lhe desejamos o melhor para o seu futuro na F1”.

A notícia soa como um balde de água fria na primeira semana de trabalho de Vasseur, que no paddock de Spielberg anunciou que sua missão prioritária era resgatar o acordo com a Honda. O comunicado informa que um novo fornecedor de motores será anunciado em breve. Ex-executivo da Renault Sport, Vasseur poderia ter alguma facilidade emconseguir os motores franceses, porém face às surpresas que rondam a Sauber qualquer previsão é mera especulação.

 

 

2 Comentários

  1. A Honda ou faz uma recuperação fantástica no próximo ano, ou vai ser o motor que ninguém vai querer. Fiquei sabendo a que a diferença é mais de 100 HP.
    Força Honda e melhore.

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*